• Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

A questão da alergia aos produtos derivados de leite é muito frequente. Mas, apesar da sua importância, este assunto não pode ser confundido, uma vez que existem dois tipos de reações a presença do leite e seus derivados no organismo humano, são elas: a alergia ao leite de vaca e a intolerância à lactose.

 

Também chamada de APLV, a alergia ao leite de vaca é uma reação do sistema imunológico à proteínas como alfa-lactalbumina, beta-lacto globulina e outras que o nosso corpo não consegue digerir. Neste caso, a alergia à lactose não existe, pois, se trata de uma alergia gerada à uma proteína presente no leite de vaca, enquanto a lactose é um açúcar. 


Já a intolerância à lactose, propriamente dita, acontece quando o organismo não consegue digerir a lactose, ou seja, o açúcar do leite. Neste caso, o organismo da pessoa intolerante, produz muito pouco ou quase nada de lactase, a enzima responsável por essa digestão.

 

Quando uma criança ou adulto que não possua a produção adequada dessa enzima, ingere alimentos com lactose em sua composição, ela pode desenvolver desconfortos como diarreias, cólicas, gases e distensão abdominal (sensação de se sentir estufada). Estes sintomas podem aparecer minutos ou horas após a ingestão.

 

Em resumo, a alergia afeta todo o sistema imunológico e, por isso, quando ela é diagnosticada, seu portador não pode mais consumir nenhum alimento ou bebida que contenha leite. Já quando se é diagnosticado a intolerância à lactose, uma boa alternativa é escolher produtos sem este açúcar, tendo o acompanhamento de um médico ou nutricionista.

outras curiosidades

2.jpg
1.jpg